Arábia Saudita decreta pena de morte para quem carregar Bíblia

A Arábia Saudita é o “berço” do Islamismo, tendo em Meca a cidade mais sagrada desta religião. Já é proibido aos não muçulmanos entrarem naquela cidade. De modo geral, a perseguição religiosa só aumenta. Não há igrejas conhecidas e a maioria dos cristãos naquela nação são imigrantes estrangeiros.

Agora, o governo do país que já se diz regido pela lei sharia, anuncia modificações em uma lei sobre literatura. Isso poderá marcar o fim do cristianismo na região. O motivo é simples: está prevista pena capital para quem carregar Bíblias para dentro da Arábia. Ou seja, o que já era considerado contrabando, agora chega ao extremo. Não se pode comprar legalmente uma cópia das Escrituras por lá.

internacional_26121020

A missão Heart Cry [Clamor do coração] divulgou em seu relatório mais recente que ao legislar sobre a importação de drogas ilegais, incluiu-se um artigo que aborda “todas as publicações de outras crenças religiosas não islâmicas e que tragam prejuízo”. Ou seja, na prática, entrar com uma Bíblia na Arábia Saudita será o mesmo que carregar cocaína ou heroína.

Segundo a lista publicada anualmente pelo Ministério Portas Abertas, em 2014 a Arábia Saudita figura como o 6º país que mais persegue cristãos. A conversão para outra religião já era proibida na Arábia Saudita, punida com a morte. Mesmo assim, existem relatos crescentes que muçulmanos estão seguindo a Cristo após sonhos e visões.

O portal WND entrou em contato com a embaixada da Arábia Saudita para confirmar as mudanças na lei, mas a resposta oficial é que não haveria comentários. Por ser um importante parceiro comercial dos EUA, a Arábia raramente recebe cobertura negativa da imprensa.

O teólogo Joel Richardson, que tem escrito vários livros e produz documentários sobre o islamismo e o final dos tempos, afirmou: “Se os muçulmanos verdadeiramente tivessem confiança que sua religião é verdadeira, não teriam medo de pessoas que leem a Bíblia”.

Para ele, o decreto é uma prova que o governo saudita tem medo do impacto do cristianismo. Produtor do documentário “End Times Eyewitness” [Testemunhas do Final dos Tempos], Richardson acredita que “Se eles estão matando pessoas por carregarem uma Bíblia, este é o cumprimento de Apocalipse 6:9″.

Comentários

41 Comentários

  1. Anderson disse:

    E a hipocrisia dos EUA e outros países ocidentais é inacreditável.

    Não há soluções neste mundo…

  2. Rafael disse:

    Pq o Ocidente e os EUA são hipócritas? Pq eles tem uma lei que matam os islâmicos por construirem suas mesquitas e carregarem o Alcorão?
    Ninguém no Ocidente nem nos EUA são penalizados por isso. Alias a liberdade foi muito mais defendido por ocidentais do que pelo oriente. Inclusive a abolição da escravatura. O tratamento com os homossexuais e com as mulheres.

    • Anderson disse:

      Tu fizeste uma confusão enorme com o que eu escrevi.

      Falei de hipocrisia pelo fato de alguns países ocidentais, principalmente EUA, manterem relações diplomáticas com os feudos autoritários Saudita, enquanto que ao mesmo tempo passaram décadas embargando o país dos psicopatas Castro’s.

      Ora, não há desculpas para deixar estáveis relações amistosas tanto com os sauditas como também com os comunas. Ou então que aceitem os dois países e pronto!

      E quando eu falo dos EUA, assim como outros países do Ocidente, o falo no sentido de Estados, pois são os Estados que criam políticas, não as pessoas (pelo menos não diretamente).

      • Luciana disse:

        É o petróleo mano. Enquanto estivermos dependentes do Petróleo da Arábia não há como embargar qualquer relação pois afetaria a relação comercial. A China é também um país comunista, mas o mundo depende dela economicamente. Então fechamos as portas apenas para os países totalitários e assassinos de quem não somos dependentes economicamente. É hipocrisia, mas é também sobrevivência. Triste, mas fato.

        • Rodrigues disse:

          Parabens por tua resposta LUCIANA. Mulher inteligente é outra coisa !!!

        • Tristao da silva soares disse:

          Nós os ocidentais somos tão inteligentes tão donos da verdade tão importantes tão donos do mundo que ás vezes até nos esquecemos que o planeta Terra é só nosso, dos ocidentais. Será que só nós habitamos este monte de terra? temos que correr os outros do planeta para fora.

        • sofia carla disse:

          A China Comunista? Há muito tempo que a China adoptou o pior que o capitalismo tem. Não reconhecimento de dignidade humana aos trabalhadores, corrupção, milionários que até os Estados Unidos tem dificuldade em igualar. Seria bom que a China fosse simplesmente capitalista. Ma é uma ditadura baseada no mercado.

        • Neo disse:

          Ótima resposta diria a mesma coisa com outras palavras e um pouco mais detalhado, mas foi corretíssima, sintética e objetiva …

  3. Ricardo Dellai disse:

    É o fim dos tempos, estas pessoas são medievais. Os EUA que se julgam os donos do mundo são parceiros comerciais destes neandertais sem comentários.
    Todo país deve ser laico, querer impor a sua religião é final dos tempos e ainda tem turista que se aventura a conhecer este retrocesso de lugar. Deveria ser esquecido por todas as empresas turísticas e as pessoas em geral deveriam banir a arábia do seu roteiro. Muita gente mal informada que viaja vai acabar se dando muito mal neste lugar. Eu mesmo como adoro viajar, já risquei o oriente médio do mapa. Em plena era da tecnologia da informação, é um tapa na cara da sociedade este tipo de comportamento.

    • Maurício Saraiva disse:

      Concordo plenamente. Se eu fosse um atleta, jamais aceitaria participar de uma competição com atletas sauditas. Quem defende aquela bandeira é um cúmplice deste regime absurdo. E, por mim, o Estado brasileiro deveria suspender relações diplomáticas com a Arábia Saudita. Aquele regime é completamente contrário aos princípios defendidos por nossa Constituição.

  4. José disse:

    Que eles fiquem em suas terras e suas mesquitas e nós com a nossa liberdade de ser o que queremos.

    • Anónimo disse:

      O problema é que os que têm a sorte de estar no ocidente vivem na maior com a sua liberdade, mas os que têm o azar de viver lá sofrem diáriamente as atrocidades desses filhos da puta.

  5. juhh disse:

    Se nos voltarmos para a biblia e a lemos com atenção veremos que está se cumprindo tudo que Cristo falou mesmo que assuste ainda há muito para acontecer é o principio das dores…

  6. Os cidadãos dos governos ocidentais deveriam exigir aos seus governantes bilateridade no que respeita a liberdade religiosa. A Arábia Saudita constroi muitas mesquitas pelo mundo fora. Imagine-se que só o podessem fazer se no próprio país isso fosse possível. A popria turquia que se diz moderna não permite a construcção de igrejas e discrimina os cristãos.

  7. Just disse:

    Nesse caso totos os que negocieam com eles são igualmente hipocritas, isso inclui a china, por exemplo.

    De qualquer forma com o abandono do petroleo nos automoveis e noutros sitios, e com o advento do oil shale o tempo dourado dos arabes esta, rapidamente, a esgotar-se…

  8. Marita Silva Martinelli disse:

    Esta é a situação que vivemos… A política do petróleo anestesia as consciências e nos faz ‘encolher’ na dignidade humana. O que fazer?
    Talvez se cada pessoa, a começar por mim, procurasse a simplicidade e o minorismo, assim como Francisco de Assis, talvez pelo menos teríamos a paz,- mesmo com dor,- de termos caminhado na direção certa.

    • Cleide disse:

      Falou tudo. A simplicidade se faz necessária. Precisamos buscar a Deus enquanto podemos. É triste saber que neste exato momento, varias pessoas espalhadas nesse mundo a fora, só querem paz, prosseguir com suas vidas, cuidar de suas famílias, enquanto malucos abitolados que se acham donos da verdade, donos do mundo ditam suas regras e matam quem não as obedecem! EGOÍSMO é o que resume a raça humana!

  9. Charles disse:

    Agora é hora de todos os Países cristãs tomarem decisões sobre o fato que se vive na Arábia.
    Acho que não deveria ser aceite as representações diplomáticas dos Países cristãs com este referido País e consequentemente a circulação destes cidadães sobre o território cristã, porque isso já é demais.

  10. João mendes Pinto disse:

    Uma coisa é fazer coisas erradas dentro da própria casa. Outra é querer fazer coisas erradas na casa dos outros e atacar na casa deles. Claro que não concordo com estas medidas, mas o governo saudita não apoia o terrorismo no estrangeiro. A propósito: pela forma como estão vestidos os assistentes a esta barbaridade duvido que se passe na Arábia Saudita.

  11. RMB disse:

    E onde a ONU se encaixa aí para deixar uma coisa dessas acontecer? E ainda querem ser aceitos em outros países assim na boa! Está certo que existem os não extremistas, mas em sua grande maioria são um bando de malucos com seu fanatismo. O Brasil não está tão longe de acontecer o mesmo, os ditos cristão até julgam e condenam os que não seguem a mesma religião. ¬¬

  12. Alexandre disse:

    Sim, é cumprimento de profecia.
    No final dos dias apareceria falsos profetas e falsas religiões.
    Sei bem quem está por trás disso…

  13. Eles não sabem que o sangue dos cristãos é a semente de Deus para multiplicar o Seu povo.
    O castigo para eles certo virá, pois a Palavra de Deus, a Bíblia não falha.

  14. rudimar disse:

    Deu inicio às cruzadas islâmicas.

  15. Edgard Soares disse:

    Digamos, que os verdadeiros Cristão não são vingativos e nem lascivos, o que nos faz diferentes deles se cometemos os mesmo erros são os casos de vários países no mundo pela POLITICAGEM DA ARABIA SAUDITA, COMETEMOS O MESMO ERROS, proibindo os sequidores dos ISLÃ de manifestarem seus CULTOS, só faz piorar as relações entre os credos, nosso senhor JESUS nos ensinou temperança e sabedoria, não vejo isto nestas ações.

  16. Agapito Costa disse:

    Luciana disse tudo, irretocável. Parabéns.

  17. sofia disse:

    La palabra de Dios se esta cumpliendo en todos lado por eso dice la biblia…somo como ovejas contadas que van al matadero…

  18. Alex disse:

    Realmente a resposta da Luciana, foi corretíssima. Hipócritas, nós acidentais? Talves, mas infelizmente às vezes a realidade dos fatos nos faz engolir o sapo para não ter de engolir o brejo inteiro. Mas vamos ver quando o petróleo no mundo acabar, ou quando deixar de ser tão importante. Se os hipócritas sauditas e cia, vão buscar no ocidente esteio para suas nações. Porque embora perseguidores, estes, vivem costurando acordos comerciais com empresários e governos ocidentais e que são em sua grande maioria: Cristão!!!! E aí sr. xeike, vai mandar matá-los? Isso nada mais é do que fundamentalismo religioso. De sagrado/divino não tem nada!

  19. Rose disse:

    As mesquitas deveriam ser proibidas …no mundo.

  20. Adri disse:

    Se fosse Israel que tivesse inventado uma lei dessas, a cachorra da Dilma estaria latindo sem parar, mas, como sao os amigos terroristas dela, ela finge que nao está sabendo de nada.

  21. Martinho Ravatsky disse:

    E qual a diferença do Alcorão para a Bíblia? Sou frontalmente contra tirar a vida de um ser humano por portar uma Bíblia, mas também sou contra a insanidade semeada pelas religiões, sejam quais forem. Aqui no Brasil o sonho silencioso dos conservadores cristãos é instituir uma teocracia, onde até os que não concordam terão de seguir preceitos impostos pela religião, principalmente a torre de babel que chamam de evangélicos. A bancada evangélica em Brasilia (comprovadamente a mais corrupta de todas) deseja subtrair muitos dos avanços sociais e estabelecer uma sociedade arcaica, coerente com a visão mosaica, atrasada, antiquada, mofada e retrógrada. A “verdade” dos radicais muçulmanos não é melhor nem pior que a “verdade” dos cristãos brasileiros. Os fundamentalistas islâmicos pelo menos acreditam de verdade nas besteiras que pregam, enquanto aqui muitos “ungidos” são espertalhões fingidores; estão no meio apenas pra se dar bem financeiramente e politicamente. Essa nossa política misturada com religião não pode resultar em nada que preste. São vendedores de saliva, nada mais.

  22. Joca Macedo disse:

    Verdade, estive na Arábia Saudita em Jeddah a 20 quilómetros de Meca, vários anos em trabalho e não podem existir igrejas católicas ou de outra religião, se formos católicos, é um aconselho dizer que são Ateus e, não levar Bíblia ou outro livro católico, se eles souberem perseguem as pessoas.

  23. Leandro disse:

    Amigos pra vcs que pensam que Jesus não vai voltar, analisem que as grandes guerras mundiais ocorreram apenas no século XX e elas foram profetizadas ainda no século I(1). E Jesus falou que isso seria apenas o princípio das dores. Ele disse OUVIREIS de guerras e rumores de guerras. A televisão, rádio e outros meios de comunicação vieram surgir agora no século XX e possibilitaram que as notícias fossem OUVIDAS, cumprindo a profecia. Deixe de ser ignorante e invés de estudar apenas livros ateus, leia a bíblia com mais atenção. E lembre que a história não começou ontem, no dia que vc nasceu. A história é muito maior.

  24. Nerivan Silva disse:

    Gente! Quantas opiniões! Claro, todos são livres para isso. Entretanto, ter inteligência e bom-senso nas opiniões é sinal de que estas pessoas têm o que oferecer, mas parece que nem todas podem se enquadrar nessa moldura.

  25. Andréia de Almeida disse:

    … Acredito profundamente que essas pessoas são muito infelizes por nascerem em um lugar, onde as opções de escolhas são tão limitadas,creio que muitos deles se pudessem sairiam de lá… e por se tratar da cultura, que infelizmente não vai mudar. São vítimas da própria condição . Oremos para que o Deus criador de todas as coisas tenha misericórdia de todos nós por que creio que nenhuma forma de extinção terá amparo nas leis que regem o ser que se diz humano .

  26. João disse:

    Já trabalhei na Arábia Saudita em duas épocas distintas, Uma antes das mulheres poderem conduzir e outra na altura que já podiam, o restante é tudo igual. Nós Ocidentais ao entrar no país, preenchia-mos variados papeis dos quais até a nossa religião era questionada. Claro que todos diziam ser Ateus. Nunca fui perseguido, mas tenho conhecimento de quem o tinha sido. Restaurantes só para famílias, lojas só para mulheres, bancos, centros comerciais, roupas curtas como calções são proibidas em locais públicos etc. Não consigo entender porque razão não existe uma igreja católica ou outra religião Ocidental na Arábia Saudita e, eles implantam no Ocidente como cogumelos. Nós Ocidentais somos mesmo parvinhos.

Escreva um comentário





*