Artigos de: João Commodoro

O corno, a família, o conservadorismo ou “A Vida como ela É”

O corno é certamente uma figura emblemática, algo quiçá mitológico. Nelson Rodrigues, PhD em balzaqueologia (de fato, a maior autoridade brasileira no assunto), há muito escreveu sobre o cotidiano carioca por meio de peças teatrais e crônicas, nos idos dos anos quarenta a sessenta. O teor das obras do romancista lhe rendeu a alcunha d’O Anjo pornográfico – ao menos este é o nome de uma das suas biografias, escrita por Ruy Castro. Nelson Rodrigues era um moralista ferrenho, um…read more →

O ateu conservador ou “O Que é Conservadorismo”?

“Se Deus não existe, tudo é permitido” – esta é certamente a frase mais famosa de Dostoievski, esboçada por um de seus personagens no diálogo com o Demônio (1879). Fora o próprio Dostoievski também o primeiro grande escritor a introduzir o conceito do homem-deus; bem distinto ao “superhomo” (super-homem) de Nietzsche que, explanando o conceito anterior, aboliu o pecado da mente do homem, excluindo por conseguinte, Satanás. Se pudéssemos resumir os pontos comuns aos dois conceitos, de ambos filósofos diametralmente…read more →

Conheça mais 10 filmes obrigatórios para conservadores – Parte 2

1. À Espera de um Milagre (1999) Baseado num livro homônimo de Stephen King, “À Espera de um Milagre” conta a história de John Coffey (como o café, mas não se escreve igual) um detento negro sentenciado a morte por eletrocussão. John Coffey foi acusado de estuprar e matar duas irmãs gêmeas de nove anos em uma fazenda do estado da Louisiana. Interpretado por Michael Clarke Duncan, Coffey é um negro alto, forte e musculoso, mas com o comportamento de…read more →

Conheça 10 filmes obrigatórios para conservadores – Parte 1

1. A Paixão de Cristo (2004) Dirigido por Mel Gibson, o filme retrata a história do Deus que se fez Homem, para redimir a humanidade. Ele conta a trajetória de Jesus Cristo quando começou a pregar o Evangelho em Jerusalém. Interpretado por Jim Caviezel, ator que veio a ser descartado em Hollywood por assumir o papel, o filme foca no sofrimento e no martírio de Jesus. É uma obra-prima, pelo excelente trabalho de fotografia e de conhecimento do aramaico e…read more →

O que está em jogo? O ocidente versus o Islã

O atentado de radicais islâmicos à revista francesa anarco-trotskista Charlie Hebdo, na quarta-feira passada, 07 de janeiro, mobilizou, para além da cobertura massiva de grandes redes televisivas como CNN, FOX News e Rede Globo todo um leque de discussões quanto ao futuro do cristianismo no Ocidente. Outro atentado, desta vez realizada pelo Boko Haram, também muçulmano, dizimou mais de 2 mil mortos na cidade de Baga, na Nigéria. O primeiro foi largamento divulgado, o segundo, praticamente silenciado. O grande conflito para o século XXI é mesmo…read more →

A guerra antes da Civilização

Atualmente estou lendo The Barbarous Years (Os anos bárbaros) do historiador Bernard Bailyn. Ele pinta um quadro muito sombrio da vida no século XVII na América do Norte. Embora nossas fontes históricas estejam principalmente preocupadas com massacres e atrocidades envolvendo europeus, quem desempenhou o papel de vítimas tão frequentemente quanto autores, cruéis e impiedosos, são justamente os membros das sociedades nativo-americanas em seus conflitos inter-tribais. Os homens eram emboscados e mortos quando afastados em viagens de caça, enquanto mulheres eram…read more →