O mundo precisa de um Ronald Reagan

Roma cobriu suas estátuas com nudez para não ofender o presidente do Irã Hassan Rohan em sua visita a Roma. Simbolismo é isso, o resto é besteira.

Rohani aproveitou o tour europeu para fechar acordos bilionários com os países ocidentais dizendo que “a falta de crescimento cria forças para o terrorismo. O desemprego cria soldados para o terrorismo”. Traduzindo: ou vocês me dão bilhões, ou vamos continuar matando inocentes. Bill Clinton tentou a mesma estratégia com a Coréia do Norte nos anos 90, os resultados estão aí.

A justificativa econômica para o terrorismo é uma piada de mau gosto. O terrorismo arregimenta muitos de seus extremistas entre jovens de classe média, universitários, filhos de papai entediados, o mesmo tipo de adolescente radical, lobotomizado e niilista que vira black bloc ou que apedreja policial em manifestação no Brasil.

12628512_1011607502230394_1731490160348974839_o[1]

O líder máximo do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, é simplesmente um PhD em filosofia e estudos islâmicos. No Brasil, estaria dando aula de história ou geografia em universidade federal, sendo entrevistado como especialista na GloboNews e liderando ONG com dinheiro do governo ou do George Soros.

Abu Bakr al-Baghdadi comanda uma organização que domina parte de dois países, degola e toca fogo em prisioneiros, estupra e escraviza mulheres, mas muitos ocidentais acreditam que ele só faz isso porque não abriram franquias suficientes do McDonald’s em Bagdá. É esse acadêmico com doutorado em islamismo, que comanda um grupo chamando Estado Islâmico, que Obama diz que não é islâmico. O Irã é um país enorme, riquíssimo e que está em guerra declarada contra o Ocidente desde 1979. Suas impressões digitais podem ser encontradas em quase todos os grandes atentados terroristas das últimas décadas e graças ao governo Obama está no caminho de conseguir a bomba atômica.

12592736_1011607452230399_5063753084140739946_n[2]

Dar dinheiro para países que financiam o terrorismo, que estão em guerra contra o Ocidente, que gritam “morte à América” nas ruas, é piorar e muito a situação, como qualquer bípede deveria entender. Se você não acredita, tente dar 1 bilhão de reais para o Marcola esperando que o PCC acabe no dia seguinte.

Reagan é sempre lembrado por frases geniais como: “minha estratégia para a Guerra Fria? Nós vencemos, eles perdem”. O mundo nunca precisou tanto de um Reagan como agora.

Escrito por Alexandre Borges.

Comentários

0 Comentário

Escreva um comentário





*