Feminismo

Proposta de Subversão da Cultura Ocidental

O início da derrocada da direita e dos valores tradicionais no ocidente pode ser datada no ínicio dos anos 60. Porém tal base das reformas sociais não surgiu nessa década, e sim, várias décadas antes. Em 1923 o marxista alemão Carl Grünberg fundou com patrocínio do judeu Hermann Weil o Instituto de Pesquisa Social, um prédio anexado a Universidade de Frankfurt. Filósofos ‘criados’ na Escola de Frankfurt, como era conhecido o Instituto, propunhavam e conspiravam contra a cultura ocidental. É…read more →

Jane Roe, a pioneira do aborto, está arrependida

Jane Roe, nome fictício de Norma McCorvey, foi a primeira norte-americana a ganhar o direito de abortar. Depois da sentença, passou 30 anos militando à frente de campanhas pró-aborto. Todavia, Norma está hoje profundamente arrependida e trabalha para que o aborto volte a ser considerado crime nos EUA: “Foi lamentável o dia em que o Supremo Tribunal americano permitiu que as mulheres assassinassem os seus filhos” Em 22 de janeiro de 1973, o Supremo Tribunal dos Estados Unidos concedeu o direito…read more →

Cem anos de pedofilia

Na Grécia e no Império Romano, o uso de menores para a satisfação sexual de adultos foi um costume tolerado e até prezado. Na China, castrar meninos para vendê-los a ricos pederastas foi um comércio legítimo durante milênios. No mundo islâmico, a rígida moral que ordena as relações entre homens e mulheres foi não raro compensada pela tolerância para com a pedofilia homossexual. Em alguns países isso durou até pelo menos o começo do século XX, fazendo da Argélia, por…read more →