Socialismo-Comunismo

Por que no Brasil pode Comunismo…e Nazismo não pode?

“Aqueles que cometeram esse bárbaro crime são tão culpados quanto os que o aprovaram por décadas. Somos todos culpados. É impossível mentir para nós mesmos, justificando crueldade sem sentido por motivos políticos. A execução sumária da Família Romanov é resultado de uma divisão intransigente na Rússia, entre “nós” e “eles” na sociedade. Os resultados desta divisão podem ser vistos até agora. (…) Qualquer tentativa de mudar a vida pela violência está condenada ao fracasso. Temos que acabar com o século, que tem…read more →

O verdadeiro Che Guevara

“Execuções?”, gritou Che Guevara enquanto discursava na glorificada Assembléia Geral da ONU, em 9 de dezembro de 1964.  “É claro que executamos!”, declarou o ungido, gerando aplausos entusiasmados daquele venerável órgão.  “E continuaremos executando enquanto for necessário!  Essa é uma guerra de morte contra os inimigos da revolução!” De acordo com O Livro Negro do Comunismo, escrito por estudiosos franceses de esquerda (ou seja, dificilmente uma mera publicação “direitista” ou de “fanáticos anticastristas de Miami”), ocorreram 14.000 execuções por fuzilamento…read more →

Comunistas chineses são mais predatórios do que os primeiros capitalistas, diz economista

Se o fim da Guerra Fria foi interpretado como um sinal do triunfo do capitalismo ocidental sobre o comunismo, Loretta Napoleoni (foto) argumenta o oposto: o mundo está testemunhando, na verdade, o início do colapso do capitalismo e a vitória do “comunismo com a motivação do lucro”. A partir de análise detalhada da economia e política chinesas, a autora aponta os motivos e etapas do seu possível sucesso, e desenvolve uma consistente comparação entre Ocidente e Oriente. Para ela, os…read more →

Por que o nazismo era socialismo e por que o socialismo é totalitário

Minha intenção é expor dois pontos principais: (1) Mostrar que a Alemanha Nazista era um estado socialista, e não capitalista. E (2) mostrar por que o socialismo, compreendido como um sistema econômico baseado na propriedade estatal dos meios de produção, necessariamente requer uma ditadura totalitária. A caracterização da Alemanha Nazista como um estado socialista foi uma das grandes contribuições de Ludwig von Mises. Quando nos recordamos de que a palavra “Nazi” era uma abreviatura de “der Nationalsozialistische Deutsche Arbeiters Partei”…read more →

O multiculturalismo teve enorme sucesso na Alemanha, dona Merkel

Angela Merkel diz que o multiculturalismo fracassou na Alemanha. Ao contrário, dona Merkel, o multiculturalismo teve enorme sucesso na Alemanha! Você é que estava esperando dele algo para o qual ele não foi criado. O multiculturalismo é uma teoria sociológica, e é preciso entender como ela funciona olhando de fora da teoria, ou seja, com um olhar metateórico. Entender o multiculturalismo pelo discurso multiculturalista consiste em um raciocínio circular e tautológico. O multiculturalismo diz que nenhuma cultura é melhor que…read more →

Uma bela vitória hoje: Câmara derruba decreto bolivariano

Sempre fui avesso ao atual “status quo” brasileiro de fazer política. É comum – até demais – escrevermos artigos denunciando as mazelas do partido governante; seja a corrupção definida como plano de governo, o aparelhamento do Estado em promoção do grande partido, as medidas totalizantes, os fracassos no agir econômico, a demagogia travestida de benefícios sociais. Mas a coluna de hoje – muito atrasada por sinal – possui o intuito – tão apenas – de parabenizar todos os deputados envolvidos…read more →

Foro de São Paulo diz que ‘regulação da mídia’ deve ser ponto número 1 no Brasil

Eu não tenho nenhuma dúvida. O que acontece na Venezuela hoje, e o que está acontecendo na Colômbia, tem um selo inconfundível: Foro de São Paulo. Muitos ouviram falar desta organização, mas poucos sabem acerca de sua real periculosidade. O Foro de São Paulo foi criado em 1990 por Fidel Castro, com o propósito de ser um aparato unificador do comunismo em toda a América Latina. Sua intenção foi dar um novo alento ao regime comunista de Cuba após a…read more →

Sem choro, é hora de reagir

1. Não estou decepcionado. Sabia desde o início que seria muito difícil derrotar o governo petista, e isto, por três motivos básicos: a) a militância fanática, que não se abre ao bom senso e não admite as evidências, para a qual seus representantes podem fazer o que quiserem e sempre estarão justificados de antemão; b) a corrupção do povo, pois muito se critica a corrupção política, realmente nefasta, enquanto não se percebe que o povo foi corrompido por estes mensalões…read more →

Como Michelle Bachelet pretende destruir as bases institucionais do Chile

Ao longo da década de 1980, ainda na vigência da ditadura de Augusto Pinochet, Milton Friedman insistia que o Chile tinha de reintroduzir a liberdade política caso quisesse preservar suas recém-criadas instituições de livre mercado.  Segundo Friedman, no longo prazo, o autoritarismo era incompatível com a liberdade econômica. Por outro lado, Friedman também se mostrava muito cético quanto ao futuro do Chile tão logo a democracia fosse reintroduzida.  Ele temia que a classe política viesse a utilizar o processo democrático…read more →

A desconhecida história do embargo cubano

Eis um tema que, ao longo de mais de meio século, é inseparável da vida do povo cubano, e que tem estado presente, por igual período de tempo, no cenário político e na opinião pública internacional: o embargo econômico imposto a Cuba pelo governo dos Estados Unidos. Em minha opinião, o controvertido embargo tem sido apenas um jogo diabólico de conveniência entre os dois governos envolvidos neste embate, cujo resultado alcançado durante décadas tem sido um só: uma falta de respeito…read more →