Trump escolhe ex-candidato e cristão militante Ben Carson como ministro

05.12.2016 – O Presidente norte-americano eleito, Donald Trump, escolheu o neurocirurgião aposentado e ex-candidato à nomeação presidencial republicana Ben Carson para o cargo de secretário para a Habitação e para o Desenvolvimento Urbano, foi divulgado hoje. “Ben Carson tem uma mente brilhante e é um apaixonado pelo fortalecimento das comunidades e das famílias dentro dessas comunidades”, afirmou Trump, num comunicado divulgado hoje.

“Falámos demoradamente sobre a minha agenda para a renovação urbana e a nossa mensagem de revitalização econômica, que inclui em grande parte as nossas cidades”, acrescentou. Ben Carson é o primeiro afro-americano a ser nomeado para a equipe da futura administração de Donald Trump, vencedor das eleições do passado dia 08 de novembro e que será empossado a 20 de janeiro de 2017, numa cerimônia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.

151113-ben-carson-mn-1745_52f95f5877a6c7c12ce1e0ee1b1f194a-nbcnews-fp-1200-800

O neurocirurgião aposentado já tinha insinuado recentemente que poderia assumir este cargo, ao ter afirmado que ia ajudar a enfrentar os problemas que afetam atualmente muitas cidades americanas. Ben Carson, de 65 anos, antigo chefe do serviço de neurocirurgia pediátrica do hospital Johns Hopkins de Baltimore, anunciou a sua candidatura às primárias presidenciais do Partido Republicano em maio de 2015. Iria abandonar a corrida em março de 2016, altura em que anunciou o seu apoio a Donald Trump.

Cresceu em bairros pobres de Detroit e Boston e nunca exerceu qualquer cargo político. Ficou mundialmente conhecido por ter sido o primeiro a conseguir separar dois gêmeos siameses que nasceram unidos pela cabeça. Em 2013, o neurocirurgião chamou a atenção dos conservadores quando durante um Almoço Nacional de Oração, uma iniciativa anual do Congresso organizada por um grupo cristão conservador, atacou aquilo que reconheceu ser a degradação dos valores morais nos Estados Unidos e discursou contra o programa de saúde de Barack Obama (conhecido como Obamacare). A pouco mais de um mês de tomar posse, Trump já anunciou vários nomes da sua equipe governativa, muitos dos quais requerem da confirmação do Senado norte-americano.

 

A equipe Trump

Dois dos primeiros nomes avançados foram Reince Priebus, presidente do Comitê Nacional Republicano desde 2011, para chefe de gabinete da Casa Branca, e Stephen Bannon, principal estratega da vitória de Trump e ex-diretor executivo do grupo conservador Breitbart News, para ser o principal conselheiro para as estratégias políticas.

O ex-executivo do Goldman Sachs Steven Mnuchin para o cargo de secretário do Tesouro e o empresário Wilbur Ross para o Departamento do Comércio foram outros dos nomes anunciados.

Tom Price (secretário para a Saúde e Serviços Humanos), Michael Flynn (conselheiro para a Segurança Nacional), Jeff Sessions (procurador-geral), Mike Pompeo (diretor da Agência Central de Inteligência, CIA), Betsy DeVos (secretária da Educação), Nikki Haley (embaixadora dos EUA junto das Nações Unidas) e Elaine Chao (secretária dos Transportes) constam igualmente da equipa da futura administração de Donald Trump.

Comentários

1 Comentário

  1. Recomendo um ótimo filme que conta a história de vida de Ben Carson. O Filme chama-se: Mãos talentosas. Vale a pena ver!

Escreva um comentário





*