Trump vencerá as eleições por ser mais popular do que Obama em 2008, diz inteligência artificial

29.10.2016 – Um mecanismo de inteligência artificial previu corretamente as últimas três eleições americanas, tendo colocado mais recentemente o republicano Donald Trump a frente da rival democrata Hillary Clinton na disputa pela Casa Branca.

O mecanismo MogIA foi desenvolvido por Sanjiv Rai, fundador da start-up Indian Genic.ai. Tendo acesso a mais de 20 milhões de pontos de dados a partir de plataformas públicas, incluindo Google, Facebook, Twitter e Youtube nos Estados Unidos, analisando em seguida, as informações para criar previsões.

O sistema de Inteligência artificial foi criado em 2004. Eventuais falhas foram corrigidas com o passar dos anos. Novamente, o mecanismo já havia previsto os corretos resultados das primárias republicanas e democratas.

donald-trump-portal-conservador

Os dados advém dos envolvimentos com tweets, posts e vídeos transmitidos ao vivo pelo Facebook. O resultado é que Donald Trump ultrapassou os números que levaram ao pico de Barack Obama em 2008 – ano em que este foi eleito presidente – em 25%.

Sanjiv Rai afirmou que seu sistema de inteligência artificial têm acertado as eleições americanas nos últimos doze anos: “Caso Trump venha a perder, ele desafiará a tendência de dados pela primeira vez nos últimos doze anos, desde que o engajamento da população na internet começou a ser analisado”.

Atualmente a maioria das pesquisas nacionais colocam Hillary Clinton e os democratas à frente por uma forte margem de vantagem. Rai afirma que seus dados demonstram que Hillary não deve se dar por vencida no pleito.

Não obstante, o empresário tenha admitido que havia limitações para uma correta análise de dados, afirmando que a inteligência artificial não têm capacidade para distinguir um verdadeiro apoio a Trump do que uma simples menção com um tweet ou post no Facebook. Além disso, atualmente existem mais pessoas em redes sociais do que havia nas três eleições presidenciais anteriores. “Se você olhar para as primárias, haviam imensas quantidades de conversas negativas em relação a Donald Trump. No entanto, quando essas conversas começaram a pegar ritmo, nos últimos dias, veio a significar uma abertura de jogo enorme para Trump e ele ganhou as primárias com uma boa margem”, disse Rai a uma entrevista por telefone concedida ao sistema CNBC.

Usar as mídias sociais para prever resultados de eleições tornou-se cada vez mais popular por causa da quantidade excepcional de dados disponíveis publicamente. Em setembro, Nick Beauchamp, um professor assistente de ciência política na Universidade Northeastern, publicou um artigo sobre sua experiência aplicando inteligência artificial para mais de 100 milhões de tweets na eleição de 2012.

MoglA é baseado em Mowgli, o menino do romance de Rudyard Kipling: “O Livro da Selva”. Rai justifica a utilização do nome porque seu modelo de inteligência artificial aprende com o meio ambiente “desenvolvendo suas próprias regras na camada da política, desenvolvendo especialidades sem descartar quaisquer dados”

Escrito por Arjun Kharpal. Publicado em CNBC/EUA. Traduzido por Portal Conservador.

Comentários

0 Comentário

Escreva um comentário





*