Embaixada dos EUA responde petição contra o bolivarianismo

A petição “anti-bolivariana”, como ficou conhecida, foi criada no dia 28 de outubro, exigindo o posicionamento do governo Barack Obama mediante a “expansão do bolivarianismo promovida pela administração de Dilma Rousseff”. Eis que: a petição, disponível no site oficial da Casa Branca, seria respondida pelo governo mediante o mínimo de 100 mil assinaturas, atingida nesta terça-feira.

mi_2044521764771879

Fachada da embaixada americana em Brasília

A resposta não veio diretamente do governo Obama. Arlissa Reynolds, adida da embaixada dos Estados Unidos em Brasília, argumentou que “petições apresentadas nessa página [We The People] não representam as opiniões do governo dos EUA” e que tais petições “são destinadas a cidadãos norte-americanos” com “13 anos de idade ou mais”. Reynolds, portanto, frisa que a utilização da referida página não cobre manifestações que fujam do interesse nacional americano.

Reynolds também menciona uma declaração do secretário de imprensa sobre a eleição presidencial (27/10/2014), parabenizando a vitória de Rousseff:

O presidente Obama parabeniza a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, por sua reeleição ontem. O Brasil é um importante parceiro para os Estados Unidos e estamos empenhados em continuar a trabalhar com a presidente Dilma Rousseff a fim de fortalecer as nossas relações bilaterais. É grande a expectativa do presidente em telefonar à presidente Dilma Rousseff nos próximos dias para parabenizá-la pessoalmente e discutir as maneiras pelas quais podemos aumentar a nossa colaboração visando promover a segurança global, a prosperidade e o respeito pelos direitos humanos, e uma maior cooperação bilateral em educação, energia, comércio e outras questões de interesse mútuo.

Definitivamente, tal nota de Reynolds é um balde de água gelada em cima dos brasileiros interessados em cessar a atuação do Foro de São Paulo sob o governo brasileiro, processo que é visualizado como “bolivarianização”.

Comentários

3 Comentários

  1. Mônica disse:

    Ao contrário. Eu soube através de amigos que moram lá que houve uma repercussão entre os conservadores, eles estão comentando. Acho que acertamos na mosca.

  2. Óbvio que daria nisso. Obama é apenas mais um comunista e a Casa Branca já está infestada desses ratos.

  3. Julio Severo disse:

    Se eu fosse cidadão americano, eu nunca iria assinar uma petição pedindo socorro para o governo da Dilma livrar os EUA do comunismo de Obama. Por que você acha que agora eu iria cometer a estupidez de pedir socorro para o comunista Obama livrar o Brasil do comunismo? Até onde sei, nenhum líder conservador dos EUA se pronunciou sobre essa petição, que não deu absolutamente em nada. Mas meus artigos em inglês mostrando a vergonha de pedir socorro para Obama tiveram repercussão em vários sites conservadores dos EUA. Meu artigo em português está aqui: Obama: o “salvador” da direita brasileira http://bit.ly/1vpVqaW

Escreva um comentário





*