Sikêra Jr. é condenado a pagar R$ 300 mil a modelo trans

Apresentador usou imagem de Viviany Beleboni em reportagem sobre crime sem qualquer relação com ela, com o termo ‘raça desgraçada’

Sikêra Jr. foi condenado a pagar R$ 300 mil a Viviany Beleboni por crime de injúria e difamação. A informação foi confirmada pelo jornal O Dia.

O apresentador do Alerta Amazonas, na TV A Crítica, em Manaus, e do Alerta Nacional, na RedeTV!, exibiu no programa uma imagem da modelo trans ao falar sobre um crime cometido por um casal de lésbicas e usou o termo “raça desgraçada”.

Na decisão, o juiz determinou que a imagem da modelo seja retirada da reportagem, que também foi publicada no YouTube. A sentença ainda cabe recurso. Ela não tem relação com o caso abordado pelo programa.

Beleboni ficou conhecida por representar Jesus Cristo crucificado em uma Parada do Orgulho LGBTQI+ no ano de 2015.

Comentários

1 Comentário

  1. FRANCISCO ISAIAS SOBRINHO disse:

    O mundo está virado de cabeça para baixo, como dizia minha avó. Uma desgraçada dessas, que faz uma apresentação ridicularizando JESUS CRISTO, o simbolo maior da religião católica, ofendendo milhões de fiéis, que ficam calados, feito bestas e ainda acha um juiz da mesma estirpe, que não respeita os princípios consagrados constitucionalmente, que condena o apresentador de televisão, única pessoa que eu saiba, que foi capaz de levantar sua voz contra tamanha ignominia. Oh, Senhor meu Deus, em que tempo estamos vivendo?

Escreva um comentário




*