Posts Marcados "socialismo fabiano"

Alckmin decide ser vice na chapa de Lula, mas anúncio só será feito em 2022

Mônica Bergamo, colunista da BandNews FM, crava que decisão está sacramentada após ex-governador deixar PSDB Apesar de todas as especulações e torcidas contrárias, Geraldo Alckmin, que deixou o PSDB oficialmente na última quarta-feira (15) e vai se filiar ao PSB, será mesmo o vice na chapa de Lula para as eleições presidenciais de 2022. A afirmação é de Mônica Bergamo, colunista da BandNews FM, que crava: a decisão está “sacramentada”, mas só deve ser anunciada em 2022. Só uma mudança…read more →

George Soros quer as redes sociais estatizadas e divulgando apenas ideais progressistas

O multimilionário George Soros, o principal financiador de todas as causas progressistas ao redor do mundo, está em campanha aberta contra as redes sociais. Em um artigo para o jornal britânico The Guardian, que vem causando grande repercussão, ele alertou que a sociedade aberta corre perigo por causa das redes sociais. [Curiosamente, na mesma semana, a Folha de S. Paulo também defendeu a regulação das redes sociais]. O argumento de Soros é, essencialmente, o seguinte: a) as redes sociais estão…read more →

O que é o socialismo fabiano – e por que ele importa

Antes da Revolução Russa, o Partido Comunista tinha duas alas: Bolchevique e Menchevique. Os Bolcheviques acreditavam na imediata imposição do socialismo por meios violentos, com confisco armado das propriedades, das fábricas, e das fazendas, e o assassinato dos burgueses e reacionários que porventura oferecessem resistência. Já os Mencheviques (que também se auto-rotulavam social-democratas) defendiam uma abordagem mais gradual, não-violenta e não-revolucionária para o mesmo objetivo. Para estes, a liberdade e a propriedade deveriam ser abolidas pelo voto da maioria. Os…read more →

FHC, o último grande presidente do Brasil

Que eu sou um causador de polêmicas, isto eu já sei. Semeio as minhas provocações, mas todas elas baseadas em concepções claras e argumentativas e não em paixonites de juventude ou esquerdismos patológicos. Com a não eleição de Aécio Neves – o que o tornaria um grande estadista, assim como o seu avô seria, caso não ocorresse a tragédia que ocorreu – em 2014, não posso negar que a presidência da República Federativa do Brasil esteve, pela derradeira vez, em…read more →

Dilma e Aécio poderiam ser do mesmo partido

O primeiro debate do segundo turno das eleições presidenciais da última terça (14/10) demonstrou, ao menos para o telespectador mais atento, que as ideias da candidata petista vão ao encontro das ideias do candidato tucano, e vice-versa. O jogo eleitoral só demonstra como ambos os partidos possuem filosofias e ambições muito próximas, e por fim, observa-se que não há diferenças gritantes de ideias e provavelmente não haverá medidas radicais ou inovadoras em nenhum dos lados. A política presidencial brasileira tende…read more →