Câmara: Kataguiri, que ajudou a eleger Bolsonaro, tem 2 votos

Deputado fez discurso cheio de ataques contra o governo federal e usou acusações já explicadas pelo presidente da República

Em uma candidatura digna de partidos de extrema esquerda, como PCO e PSTU, o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), que um dia já ajudou a eleger o presidente Jair Bolsonaro, decidiu, de última hora, fazer um “show” no Plenário da Câmara dos Deputados na noite de segunda-feira (1°), ao registrar uma suposta “candidatura de protesto”, que conquistou a famigerada marca de dois votos.

Em um discurso completamente acusatório contra o governo durante o posicionamento de sua candidatura, Kim Kataguiri (DEM-SP) afirmou que disputava a presidência da Câmara na forma de uma candidatura de protesto com pauta única: a defesa do impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Kataguiri também usou o espaço para acusar Bolsonaro de trair os eleitores, mas utilizou alegações que já foram explicadas pelo presidente da República, sobre as despesas pagas com o cartão corporativo e a extinção do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

– [Bolsonaro] dobrou os gastos com cartão corporativo, sugeriu a extinção do Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras] para proteger a si mesmo e à família – acusou.

Sem uma plataforma clara para ser presidente da Câmara e com o discurso raso de ataques, Kataguiri recebeu apenas dois votos, ficando na penúltima colocação entre os oito candidatos. Em último, ficou o General Peternelli (PSL-SP), que recebeu um único voto.

Via Pleno News.

Comentários

2 Comentários

  1. paulo silva disse:

    A onda de surfista está, se tornando rotina quando a direção do vento muda e a cheiro de vantagens e projeção lá estão eles. Politica e politicagem e rasteira um verdadeiro abismo etico moral, mas é o que temos para o dia de hoje.

  2. Leo disse:

    Creio que o kim é irrelevante politicamente, porém ele falou algumas verdades em um discurso tão sensacionalista do que real, pois bem vou fazer uma critica ao governo atual que antes da eleição disse algo sobre acordos, centrão, fazer privatizações, contra aumento de impostas, a favor da lava jato, contra abin para o Flávio Bolsonaro, lutar contra establishment e está falhando feio, infelizmente tenho o Bolsonaro hoje como mais um politico de carreira e que nadou na onda anti petista e despertar do patriotismo e conservadorismo, espero que possamos ter em 2022 um candidado melhor, se não tiver infelizmente nossa unica opção contra a esquerda é o Jair do centrão.

Escreva um comentário




*