Posts Marcados "marxismo cultural"

Por que George Soros financia movimentos de esquerda? Entenda

O casamento aparentemente contraditório entre um bilionário capitalista com grupos de esquerda desperta a seguinte pergunta: como um bilionário capitalista, especulador no mercado financeiro, decidiu financiar grupos de esquerda? Recentemente, tivemos um fato marcante que nos ajudaria a entender a realidade do mundo atual e, para variar, passou batido pela grande mídia: o vazamento de informações da fundação do bilionário George Soros, Open Society Foundation, a qual doa milhares de dólares para organizações de pauta esquerdista (progressista). Até 25 de…read more →

Para integrar islâmicos, “vamos destruir igrejas cristãs e construir mesquitas”, propõe arquiteto alemão

Um proeminente arquiteto e progressista alemão disse que, a fim de melhor integrar os imigrantes muçulmanos, as igrejas cristãs deveriam ser demolidas, dando espaço para que mesquitas “mais visíveis” sejam construídas nos mesmos espaços. Entrevistado pelo periódico Die Tageszeitung, Joaquim Reinig argumenta que Hamburgo necessita construir mais mesquitas. Ele disse que apenas mesquitas poderiam integrar ativamente os muçulmanos que as autoridades alemãs não conseguem alcançar. O jornal perguntou ao arquiteto se ele realmente acreditava que as mesquitas poderiam ajudar na integração dos imigrantes em vez…read more →

O que é o socialismo fabiano – e por que ele importa

Antes da Revolução Russa, o Partido Comunista tinha duas alas: Bolchevique e Menchevique. Os Bolcheviques acreditavam na imediata imposição do socialismo por meios violentos, com confisco armado das propriedades, das fábricas, e das fazendas, e o assassinato dos burgueses e reacionários que porventura oferecessem resistência. Já os Mencheviques (que também se auto-rotulavam social-democratas) defendiam uma abordagem mais gradual, não-violenta e não-revolucionária para o mesmo objetivo. Para estes, a liberdade e a propriedade deveriam ser abolidas pelo voto da maioria. Os…read more →

Engenharia da complacência: o antitabagismo como engenharia social

Indignado ante o conformismo servil com que os americanos, outrora tão apegados às liberdades civis, vão aceitando as intrusões cada vez mais agressivas do governo nas suas vidas privadas, o economista Walter Williams finalmente se deu conta de que “o movimento antifumo explica parcialmente a atual complacência americana. Os zelotes do antitabagismo começaram com exigências ‘razoáveis’, como os avisos do Ministério da Saúde nos pacotes de cigarros. Depois exigiram áreas para não-fumantes nos aviões. Encorajados pelo sucesso, exigiram a proibição…read more →

O mundo precisa de um Ronald Reagan

Roma cobriu suas estátuas com nudez para não ofender o presidente do Irã Hassan Rohan em sua visita a Roma. Simbolismo é isso, o resto é besteira. Rohani aproveitou o tour europeu para fechar acordos bilionários com os países ocidentais dizendo que “a falta de crescimento cria forças para o terrorismo. O desemprego cria soldados para o terrorismo”. Traduzindo: ou vocês me dão bilhões, ou vamos continuar matando inocentes. Bill Clinton tentou a mesma estratégia com a Coréia do Norte…read more →

Enem e mais alguns motivos para odiar o MEC

É necessário que se compreenda que não se trata apenas de uma prova, que consome 10 horas da vida de cada estudante e se desfaz inocuamente de seu horizonte de eventos no instante seguinte. Não. Para compreender a amplitude de influência que o exame possui, é melhor ir por partes: I – O Brasil é um país no qual homeschooling costuma ser interpretado como crime de abandono intelectual, portanto, todas as crianças e adolescentes estão quase que obrigatoriamente subordinadas ao…read more →

As universidades estão produzindo ativistas, não acadêmicos

Todo ano, a Associação Nacional de Acadêmicos dos Estados Unidos, compila uma lista de livros de mais de trezentas faculdades e universidades e os recomenda como leitura de verão para os seus calouros. A associação batizou essa lista de “Beach Books” [“Livros de Praia”], embora não seja muito provável que algum deles seja lido no lugar que for. Que dirá na praia. O que é preocupante nessa lista é que as grandes obras da literatura, os chamados “clássicos”, são quase…read more →

Deputados denunciam fraude em votação eletrônica do Estatuto da Família

A maior enquete da história do Portal da Câmara dos Deputados está sob suspeita. Lançada em fevereiro de 2014, a enquete passou dos 10,3 milhões de votos. Ao menos três milhões teriam sido gerados por computadores. Especificamente, 66 computadores teriam sido responsáveis por gerar mais de três milhões de votos, todos para a resposta “Não”, relativa à pergunta: “Você concorda com a definição de família como o núcleo formado a partir da união de um homem e uma mulher prevista…read more →

O lobby pedófilo bate à sua porta

No início do mês, um artigo no The New York Times afirmou que pedófilos mereceriam a mesma proteção legal de deficientes físicos ou mentais. Há poucos dias, John Grisham defendeu leis mais brandas para quem compartilha pornografia infantil: “eles não machucam ninguém”. Richard Dawkins disse não ver problemas numa “leve pedofilia” após o The Guardian publicar um artigo tratando a atração por crianças como mera “orientação sexual”. Em setembro, uma revista de moda brasileira fez um “ensaio sensual” com meninas…read more →

Trágicas consequências do ‘casamento’ gay no Canadá

Nos é dito todos os dias que “permitir a casais do mesmo sexo o acesso a designação de casamento não irá retirar o direito de ninguém”. Isto é uma mentira. Quando o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado no Canadá em 2005, a paternidade foi imediatamente redefinida. A Lei do ‘Casamento’ Gay Canadense (Bill C-38) incluiu a determinação de apagar o termo “paternidade biológica” e a substituir por todo o país com o termo “paternidade legal” através de uma…read more →